Pele e Osso com Recheio
   
 



BRASIL, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, Spanish
 

  Histórico

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




 

 
 

Volta ao passado

Minha proposta para a noite desta quarta-feira chuvosa era estudar e escrever sobre o medo que tenho do mês de agosto. Mas aí me lembrei de um texto do Caio Fernando que li dia desses no blog transitivaedireta.blogspot.com e vi o quanto seria desnecessário falar sobre o mesmo tema. Primeiro, não conseguiria esprimir de forma tão maestral quanto ele o que este mês do cachorro louco representa. Depois, e a bem da verdade, já faz muito tempo que as assombrações agostianas (ou seriam agostinianas?) não rondam a minha vida.

Na verdade, tenho bons motivos para comemorar agosto, sobretudo o deste ano. No próximo dia 26, fará dez anos que entrei em minha primeira faculdade. A alegria nem é tanto pelo ingresso na UFPE, após ter sacrificado parte de 1998 estudando pro vestibular para me encaixar em alguma das poucas dezenas de vagas oferecidas para o meu curso. O que vale celebrar é que há dez anos, mesmo sem saber, estava pavimentando o caminho para construir algumas das amizades mais sólidas que tenho hoje.

O primeiro dia de aula no famoso Centro de Artes e Comunicação ainda está nítido em minha cabeça. Aquela sensação de descoberta, de aventura, de orgulho de mim mesmo, de ter uma vida toda se desenrolando aos pés dos meus 19 anos. Já na aula inicial, eu tentava decifrar quem era legal, quem era pegável, quem tinha a mesma condição social-lascada que eu. Diziam que quem passava na UFPE era filhinho-de-papai e eu tentava descobrir aqueles, iguais a mim, que fugiam à regra.

Felizmente, essa tentativa de rotular meus colegas de classe não foi pra frente e assim pude aproveitar bons momentos com a maior parte de quem passou no vestibular comigo. Todos aqueles nomes que eu vi junto ao meu no listão de aprovados deixaram de ser concorrentes e desconhecidos com notas acima ou abaixo da obtida por mim e passaram a tomar, literalmente, vida.

Engraçado é que os grandes amigos que cultivei e que estão do meu lado até hoje (mesmo se fisicamente alguns estão do outro lado do mundo ou do outro lado da vida) não eram aqueles de quem eu primeiro me aproximei enquanto ainda tateava pelo fantástico mundo do CAC, com suas porra-louquices de um canto a outro. Esses só vieram a se tornar presença constante na minha roda de bate-papo algum tempo depois. Para compensar o pequeno tempo perdido, quando chegaram me deram a chance de adquir prontamente a carteira de sócio vitalício de seus conselhos e carinhos.

Se eu tivesse tempo, revisitaria as casas de Porto de Galinhas onde fizemos farras, as salas de aula por quais passamos, a parada de ônibus em frente ao CAC, o lago da UFPE e o Bar do Bigode. (Sobre este bar, um parêntesis: é o único do Recife onde se pode beber quando se está gripado, pois a cerveja vem sempre quente). Esses são alguns dos lugares onde demos nossos passos em direção à união que temos hoje.

Não vou listar aqui o nome completo dos alunos da minha turma, muito menos daqueles que hoje me são fraternos. Esses sabem o lugar que ocupam em minha vida e têm certeza que serão mencionados na série "Histórias para contar aos netos", popularmente conhecida como "A Bagaceira". Este texto é para eles, mas é também para todos que compartilharam comigo, de 1999 a 2004, algum tipo de farra, conselho, discussão acadêmica ou papo-cabeça pelos corredores do CAC.

E vai além. Chega aos agregados. Aqueles que não faziam parte do curso, mas que entraram na minha vida puxados por um dos colegas de classe. Uns, foram só de passagem e nem tenho mais notícias. Periga até nem lembrar do nome se encontrar na rua. Outros (não é, dona Lívia) chegaram chegando e hoje estão aí, compartilhando e distribuindo carinho. Matricularam-se em outros cursos, andavam por corredores de prédios distantes, marcaram uma opção diferente no formulário do vestibular... de nada adiantou. Entraram pro clube. Ainda bem!



Escrito por f.benites às 23h35
[] [envie esta mensagem
] []


 

 
[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]